Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Erasmo Carlos’

ErasmoCarlos_RockRollApós cinco anos sem fazer turnê no Brasil, Erasmo Carlos está de volta. Erasmo Carlos vem cheio de novidades: além do disco Rock n roll, ele lança no final de outubro o livro de memórias Minha fama de mau, pela editora Objetiva. Aos 68 anos, o Tremendão critica o culto às celebridades, diz que a lei antifumo o faz querer ficar em casa e rejeita o rótulo de pai do rock brasileiro.

Embora sempre tivesse gravado rock n roll, como eu sou brasileiro, tenho outras influências também. Então sempre estou metido na MPB, trabalhando com Marisa Monte, Simone, Maria Bethânia. Eu já estava com saudades de fazer só rock n roll e os fãs também me cobram muito essa coisa da guitarra, diz o músico, que faz uma ode ao instrumento na canção A guitarra é uma mulher, em parceria com Chico Amaral.

Se eu sou o verdadeiro pai do rock brasileiro? Acho isso uma besteira muito grande. São rótulos que as pessoas botam carinhosamente. Uns acham que é o Raul, outros acham que sou eu. Te garanto que o artista não está preocupado com essas coisas. Bem fez a Rita Lee, que para evitar esse negócio de mãe do rock, foi logo dizendo que era a madrasta. Ela fugiu da polêmica e assumiu uma posição com humor. Então eu sou também o padrasto, diz Erasmo, com seu bom humor habitual.

Valor às coisas daqui: As sacadas divertidas transbordam das letras de Rock n roll, geralmente com algum fundo crítico. Na faixa Cover, o músico fala sobre a submissão às coisas que vêm de fora. Gostaria que olhassem mais as coisas daqui. Fico pasmo de ver o espaço que dão para a Susan Boyle, que saiu no mundo inteiro, tudo o que ela fazia era notícia. Isso aí é uma ‘baba-ovice’ tremenda pra mim. Tem muita gente mais consistente no Brasil que não tem espaço na mídia. E a Paris Hilton? Para mim, ela é um sobrenome, uma mulher bonitinha. Eu olho para ela e vejo um hotel, com os braços abertos para receber hóspedes.

Mulheres: Olhar de mangá é uma homenagem às mulheres. Na letra, o autor reúne mais de 50 nomes, de Vera Fischer a Marge Simpson. Pensei no olhar feminino, que é um olhar brabo. Não é um encontro do dia-a-dia não, eu falo da coisa séria. Os grandes ditadores, deuses do mundo que tinham uma mulher do lado, a importância dela nas grandes decisões, de assuntos assim acaba saindo uma coisa bem humorada. Antes de ver o peito e a bunda, o homem vê o olhar da mulher. É um olhar de escravidão no ato. Aí ele já fica derretido e pronto, ela dá o bote.

Lei antifumo: Morador da Barra, no Rio de Janeiro, há 15 anos, o Tremendão – autor do lendário hit É proibido fumar em parceria com Roberto Carlos – diz que a lei antifumo afetou sua vida. Jantar fora, agora, é muito mais difícil, diz. Gosto de fumar meu cigarrinho com um vinho, um café. Esse prazer eu não tenho mais, então eu não vou. Prefiro não ir e fumar na minha casa, que eu fumo pra caramba, e ninguém me diz nada. Prefiro trazer o restaurante para cá.

Anúncios

Read Full Post »